sábado, 14 de setembro de 2013

A Rosa Doente



Ó Rosa, estás doente.
Numa noite terrível
Na uivante torrente,
Voa o verme invisível:

Encontrou o teu leito
De alegria menina:
Seu negro amor secreto
A vida te assassina


William Blake





























Imagem - Eugenio Recuenco.